As melhores receitas culinárias organizadas em categorias e subcategorias. O visitante também pode enviar as suas receitas, comentar e dar notas. Leia também dicas e artigos sobre temas relacionados.

Artigos

A Cafeína e seus Efeitos

22/11/2005, por Izildinha Botelho

Substância estimulante que existe no café, no chá, no cacau (chocolate), refrigerantes a base de cola, guaraná e medicamentos do tipo analgésico, de gripe e inibidores de apetite.

Foi em 1819 que o medico Friedlieb Ferdinand Runge procurou saber o que fazia do café uma bebida tão estimulante e foi então que descobriu que era uma substancia no qual deu o nome de cafeína.

A cafeína é um estimulante que atua no sistema nervoso central. A quantidade de cafeína ingerida nas bebidas varia muito com o tipo de grão utilizado, e também dependendo da bebida ser mais forte ou mais fraca.

Os pesquisadores sobre este assunto revelam que existem seus benefícios e seus inconvenientes com relação a cafeína.

Ha pesquisa que indicam que o consumo exagerado de cafeína só é considerado vicio se a sua falta levar ao comprometimento da vida social e pessoal. Pois acreditam que o consumo exagerado seria ingerir mais de quatro cafezinhos por dia.

No caso dos chás como chá preto, chá verde ou mate o vicio é considerado a partir de 5 xícaras. Já nas bebidas a base de cola é considerada a partir de 4 copos ou um litro. E no caso do chocolate seriam mais de 300gramas diárias.

Muito antes do estudo sobre o café, os chineses já haviam descoberto o chá. Trazido nas bagagens dos primeiros exploradores do Oriente. Desde então o café e o chá conseguiram
Com que tirassem da dieta diária o consumo de bebidas alcoólicas que faziam as populações inteiras a terem falta de produtividade, desde então são fanáticos por café.

Em 2000 três paises lideravam no consumo, A Finlândia consumiam 10 quilos por ano (por pessoa), a Suécia 8 quilos e a Suíça 7 quilos, o Brasil aparece em 7º lugar com 4,5 quilos por pessoa.

Pesquisadores do assunto confirmam que adultos e até crianças melhoram seu rendimento, seu humor se consumirem uma determinada quantidade de cafeína, no café da manha. Há também quem diga que o consumo de cafeína ajuda na quebra de gordura no organismo, o qual ajuda no emagrecimento. Embora dizem que o corpo humano não necessita de cafeína. Mas acreditam que o seu consumo moderado não nos traz riscos a saúde, em algumas situações não é recomendado como, mulheres grávidas, pessoas com problemas cardíacos, ou portadores de ulceras. Já para as crianças é importante controlar o consumo, pois o consumo em excesso pode tirar o apetite, assim como pode também prejudicar as crianças que são muito agitadas.

Novo estudo está sendo feito sobre a cafeína no tratamento de doenças como na prevenção do Mal de Parkinson e na prevenção de câncer de pulmão entre os fumantes.

Acreditam que o consumo de café ou bebidas com cafeína devam ser consumido fora do horário das principais refeições, pois ele anula a absorção do cálcio no nosso organismo podendo assim causar a osteoporose.

Portanto tiramos a conclusão de que existe seu benefício assim como seus malefícios, é só consumir com moderação. O consumo recomendado de cafeína é de 240 mg por dia, isso é se não tiver restrições do seu médico.

Tabela de quantidade de cafeína em alguns produtos

Café (130g)
Descafeinado de 1 a 5 mg
Expresso de 250 a 300 mg
Feito em Cafeteira de 100 a 180 mg
Coado Tradicional de 75 a 170 mg
Solúvel de 65 a 120 mg


Chá (130g)
Descafeinado de 1 a 5 mg
Chá preparado de 20 a 50 mg
Chá instantâneo de 12 a 28mg
Chá gelado de 22 a 36 mg


Refrigerantes (330ml)
Bebidas a base de cola 45 mg
Bebidas a base de cola mas diet 46 mg
Outros refrigerantes 40 mg


Chocolate
Barra de chocolate ao leite (50g) 12 mg
Chocolate amargo (50g) 40mg
Chocolate quente (150g) 5 mg
Chocolate de confeiteiro (28g)
45 mg

Fonte: Sociedade Digital

voltar

Receitas Culinárias | Dicas Culinárias e de Alimentação | Vídeos de Receitas Culinárias | Artigos | Fale Conosco | Sitemap
Desenvolvido por ProBrasil.net ® 2008 - 2018